Diego Santos

Vocês anseiam pelo dia em que homens serão homens e escreverão seus próprios devices drivers?

Veja íntegra da carta de Steve Jobs janeiro 15, 2009

Filed under: Miscellaneous — diegosantos @ 11:22 am
Tags:

SÃO PAULO – A carta que Steve Jobs enviou ao funcionários da Apple está disponível no site da empresa.

jobw

Veja, a seguir, a íntegra do e-mail enviado por Jobs:

Equipe,

Estou certo de que todos vocês viram a minha carta na semana passada, na qual compartilhava algo extremamente pessoal com a comunidade Apple. Infelizmente, a curiosidade em relação a minha saúde continua a ser uma distração não apenas para mim e para a minha família, mas para todos na Apple também. Além disso, na semana passada descobri que meus problemas de saúde eram mais complexos do que eu inicialmente imaginava.

Para sair do centro das atenções e manter o foco em minha saúde – e permitir que todos na Apple possam se concentrar em criar produtos extraordinários –, decidi tirar uma licença médica até o fim de junho.

Pedi a Tim Cook para ficar responsável pelas operações do dia-a-dia da Apple, e eu sei que ele e os outros integrantes da equipe de executivos vão fazer um excelente trabalho. Como CEO, pretendo continuar envolvido nas principais decisões estratégicas enquanto estiver fora. Nossa direção dá pleno suporte a esse plano.

Espero encontrar todos vocês neste verão.

Steve.

 

10 Livros para entender computação julho 30, 2008

Filed under: Miscellaneous — diegosantos @ 5:06 pm
Tags:

Estava dando uma olhada no Planet Python e achei um post do Marcos Daniel sobre “como aprender computação”, ele cita 10 livros que o ajudou nesse processo. Particularmente achei todos ótimos livros.

1 – Gödel, Escher, Bach (Hofstadter): Eu começaria com o GEB, por dois motivos. O primeiro é que ele é um ótimo reality check: se você não gostar do GEB, então mude de área, porque computação não é a sua praia 🙂 O segundo motivo é que esse livro tem uma excelente introdução à lógica (proposicionalde predicados), que é a ferramenta básica onde você constrói a ciência da computação.

2 – Concrete Mathematics (Knuth): Você não precisa saber matemática para programar, mas se você quiser ser um bom programador, então matemática é essencial. O Concrete tem todo o básico que você precisa pra fazer análises de complexidade computacional, e tudo escrito de maneira extremamente bem-humorada.

3 – Algorithms in C++ (Sedgewick): Se você já sabe lógica e matemática, então agora pode partir pro estudo de algoritmos. O Sedgewick tem todos os algoritmos básicos, e é uma leitura bem leve: se você está começando com algoritmos agora, esse precisa ser o seu primeiro livro. Ele não vai muito fundo em nenhum tópico, mas isso é compensado pela extrema didática nos tópicos. O livro ainda tem código exemplo pra todos os algoritmos, e várias edições, uma pra cada linguagem (eu sei que tem, pelo menos, C, C++, Java e Pascal).

4 – Introduction to Algorithms (Cormen): Os algoritmos que você aprendeu no Sedgewick, você vai estudar em detalhes no Cormen. Esse livro é extremamente formal, e talvez por isso é o livro-texto usado nos cursos de computaçao do MIT. Ele também cobre algoritmos mais avançados, que o Sedgewick apenas cita (por exemplo, Fibonacci Heap)


5 – The Art of Computer Programming (Knuth): O tAoCP está para o Cormen assim como o Cormen está pro Segdewick, aqui você vai dissecar os algoritmos até o último bit deles. Além de ser uma coleção excelente, a encadernação é muito bonita (mas não se engane, ele fica ótimo na prateleira, mas melhor ainda na sua cabeça).


6 – Effective C++ (Meyers): Agora que você sabe os algoritmos, precisa de uma linguagem para programá-los. Pra falar a verdade, a escolha de linguagem nem importa tanto assim, mas se você escolher uma, aprenda-a tão bem quanto possível. Eu escolhi C++, e esse livro do Meyers é o que diferencia as crianças dos adultos (especialmente para aquelas horas quando você cria uma classe sem destrutor virtual e não sabe por que a memória está vazando).

7 – Effective STL (Meyers): Já teve uma época em que eu não gostava de C++, mas isso é porque eu sou velho o suficiente pra ter mexido em C++ antes que os compiladores tivessem templates. Com templates a linguagem fica muito mais atraente, e esse é o livro que vai te ensinar a dominar a STL.

8 – The Practice of Programming (Kernighan, Pike): Se você leu tudo até agora, então você já é um programador muito bom na teoria. Na prática, entretanto, tem um monte de skills que ainda faltam. Nesse livro você aprende sobre as coisas que usualmente não se aprende na escola: debugging, otimização, unit testing, documentação.

9 – Programming Pearls (Bentley): Com os livros lidos até agora, você já deve ser um excelente programador. O passo final é passar de programador para um true hacker, e esse é um passo que não requer só conhecimento, você também precisa de manha, criatividade e insight. Eu não sei se dá pra ensinar essas coisas, mas esse livro certamente é o que chega mais próximo disso.

10 – The Mythical Man-Month (Brooks): Depois de ler todos os livros acima você estará próximo do nirvana, mas pra atingir o zen da programação de verdade, é preciso lembrar que projetos não precisam só de computadores, precisam de pessoas também. O Mythical Man-Month é um livro de gerência de projetos de software escrito em 1975, mas é surpreendente como ele continua atual. A tecnologia avança, mas as pessoas continuam as mesmas 🙂

É claro que pra manter uma lista com só dez itens, muita coisa boa fica de fora. Mas a lista acima tem um mérito: foi com esses livros que eu aprendi computação de verdade (vale lembrar que eu sou autodidata, minha graduação foi em engenharia elétrica, e eu quase não tive computação em aulas). Se funcionou pra mim, pode ser que funcione pra você também 🙂 .”

 

Liberado Singularity RDK 1.1 julho 4, 2008

Filed under: Miscellaneous — diegosantos @ 7:39 am
Tags:

Em desenvolvimento desde 2003, Singularity é um sistema operacional não-windows pela Microsoft. O Singularity revoluciona o conceito de OS Microsoft, pois é todo open-source, podendo ser encontrado no Code Plex, site mantido pela empresa de Steve Ballmer onde são disponibilizados projetos Open-Source.

O Singularity foi programado para ser utlizar de SIP’s ( Software Isolated Process), que significa que cada aplicação, processo ou device driver é executado singularmente, não carregando código algum do software para o kernel, não compartilhando memória e comunicando se por canais entre os processos. Segundo a própria Microsoft, 85 % das deficiências do Windows, principalmente relacionado a segurança, é causado por códigos de terceiros carregados no kernel, com o Singularity isso não acontece, pois há ainda coleta de lixo otimizando a utilização de endereço de memória.

Sobre o Singularity :

* 95 % devenvolvido em uma extensão do C#

– 5 % contém arquivos assembly x86 ASM e C++.

* Software Isolated Process ( SIP’s)

– Todo código de usuário ( de terceiros) é verificado.

– O kernel é selado a tempo de iniciação.

* Comunicação via Canais ( channels)

– Rápida e eficiente comunicação para reportar erros, ou simplesmente no compartilhamento de dados necessários entre processos e aplicações.

E o melhor

* Protótipo de pesquisa

– Não requer compatibilidade alguma com o Windows.

O Singularity RDK 1.1, kit de desenvolvimento e pesquisa, inclui o código-fonte, material informativo e ferramentas de compilação e testes. Está liberado sob licensa acadêmica, não é ainda um open-source, pois não se pode ter fins lucrativos, mas é um bom começo vindo da gigante do mundo decadendo dos softwares desktop’s.

Saiba mais em :

+ http://research.microsoft.com/os/Singularity/ ( Website oficial do projeto).

+ftp://ftp.research.microsoft.com/pub/tr/TR-2005-135.pdf ( Um Overview sobre a arquitetura).

+ Download do Kit de Desenvolvimento de Pesquisa do Singularity .

 

Download Firefox 3 junho 17, 2008

Filed under: Miscellaneous — diegosantos @ 8:16 pm
Tags:

Depois de 5 betas e 3 releases candidate está pronto a versão oficial do navegador web mais utilizado no mundo.
Para download acesse : http://pt-br.www.mozilla.com/pt-BR/firefox/?p=downloadday e entre para história fazendo parte da comunidade que ajudou o Firefox a entrar no Livro dos Recordes como software mais baixado em 24 horas ou pelo menos tente, pois após 3 horas do lançamento oficial o site do Mozilla está inacessível e quando conseguimos entrar de cara o Download Firefox 2.0, espero que os administradores dos servidores do Mozilla consigam contornar isso.

 

Download Day maio 30, 2008

Filed under: Miscellaneous — diegosantos @ 7:28 am
Tags: ,

Campanha global buscará estabelecer o recorde de software mais baixado em 24 horas.

MOUNTAIN VIEW, Califórnia – 27 de Maio, 2008 – A Mozilla anuncia no mundo inteiro sua campanha para tentar estabelecer um novo recorde mundial no Guinness Livro dos Recordes pelo software mais baixado durante um período de 24 horas. A iniciativa está planejada para acontecer no dia do lançamento do Firefox 3, e foi batizada de “Download Day”.

A comunidade do Firefox vem crescendo desde 2004 e conta hoje com mais de 175 milhões de usuários. O Firefox está disponível em mais de 45 línguas e é utilizado em mais de 230 países. Estes números são resultado do incansável esforço e entusiasmo de uma enorme comunidade de usuários, programadores, contribuidores e fãs em geral. Por essa razão, o Firefox passou a ter uma participação cada vez maior na vida digital das pessoas. O Download Day dá continuidade a esse esforço, buscando concentrar a energia da comunidade Firefox para estabelecer um novo recorde mundial.

Para isso, a Mozilla acaba de lançar a página do Download Day (http://www.spreadfirefox.com/worldrecord) onde os interessados podem participar na tentativa de recorde. Ao fazer a inscrição, o participante receberá um lembrete do momento certo de fazer o download. Além disso, caso o recorde venha a ser confirmado, cada participante passa a ter direito a um certificado pessoal de participação no recorde.

Para os interessados, existem diversas formas de participar:

•    Inscrevendo-se para baixar o Firefox 3 durante o Download Day no endereço http://www.spreadfirefox.com/worldrecord.

•    Promovendo festas e eventos ligados ao Download Day em qualquer lugar. Mais informações em: http://www.mozillaparty.com

•    Atuando em universidades de instituições acadêmicas, auxiliando a divulgar a iniciativa do Firefox e chamando outras pessoas para participar no ambiente escolar e universitário http://www.spreadfirefox.com/campusreps

•    Adicionando botões e banners Mozilla em seu site, blog ou perfil. Os mesmos podem ser encontrados em http://www.spreadfirefox.com/?q=affiliates/homepage.

Para visualizar um mapa das pessoas participando da tentativa de recorde, visite http://www.spreadfirefox.com/worldrecord.

Sobre a Mozilla

A Mozilla é uma comunidade global dedicada à construção de produtos livres, de código aberto, e tecnologias que melhorem a experiência online de pessoas no mundo todo. A Mozilla trabalhar com o software livre através de um processo de desenvolvimento totalmente transparente, cooperativo e altamente organizado sob o amparo da Mozilla Foundation, uma instituição sem fins lucrativos. A Mozilla Corporation funciona como subsidiária integral da Mozilla Foundation e organiza o desenvolvimento e marketing dos produtos Mozilla. Essa estrutura única tem permitido a Mozilla apoiar financeiramente e promover a inovação em meio sua comunidade, de maneira competitiva e sustentável. Para mais informações visite www.mozilla.com.

 

Hello Word! Em mais de 366 linguagens maio 7, 2008

Filed under: Miscellaneous — diegosantos @ 3:54 am
Tags: ,

Quando começamos a programar em qualquer linguagem, os primeiros códigos e scripts que temos contato eh sempre uma classe ou função implementando o “Hello Word!”.

Fuçando na net encontrei um link com um “Hello Word!” em mais de 366 linguagens.Deêm uma olhada, muito interessante.